sexta-feira, 17 de julho de 2009

Sombra e Pureza


Certo rapaz que caminhava tranqüilamente pela estrada, passou a observar o que deixava para trás.

Não conseguiu ver muita coisa. Haviam sombras atrás dele. Sombras estranhas e que não paravam de observá-lo.

Ele fechou a mão para socar uma delas. Não consegui reagir. Algo o paralisou. Algo que uma das sombras lhe disse:

- Isso é um assalto!!!

Roubaram os seus tesouros.

Tiraram o que ele tinha de melhor.

Comeram os seus olhos que viam as paisagens.

O rapaz caiu de joelhos. Pediu a Deus que não o desamparasse. Pediu que não o deixasse cair.

Mas seu ego machucado fora mais forte.

Caíra na estrada. Arrastara-se como uma cobra. Lambera a sujeira do asfalto esburacado. Virou trampolim dos ratos.

Acabara no acostamento da vida.

Outro rapaz vinha cabisbaixo. Tinha problemas com a namorada. Mas já era algo que já estava esperando. Não estava tão abalado por isso.

O que o abalou foi o lixo humano que encontrara dormindo ali perto. Pensou em ir lá. Pensou em fugir. Tinha medo do que poderia lhe acontecer.

Mas, algo brotou de dentro de si.

Foi até onde o rapaz estava. Estendeu-lhe os ouvidos. Ouviu os desabafos. Lhe deu conselhos. Ergueu o rapaz. Ergueu o seu ego. Deu-lhe novos olhos para a vida.

E no fim, pelo menos uma vez, alguém mostrara a verdadeira pureza abafada no coração do ser humano. Pobre daqueles que achar isso demodè, porque no fundo, é o que todos andam precisando.

Em menor, ou maior escala.

Danilo Moreira

FOTO: http://escrevoapenas.blogs.sapo.pt/arquivo/amizade-thumb.jpg

7 comentários:

Marcelo A. disse...

É, Danilo. E precisa falar mais alguma coisa?

Belas palavras e grande mensagem. Falar mais, seria chover no molhado...

Oxalá, existam outros rapazes como esse por aí: disponíveis a estender a mão, a ouvir o outro e a reerguer.

Parabéns!

Você tem Twitter?

Abração!

Jéssica Modinne disse...

Falar o quê? É verdade: o clichê do desabafo, de ter alguém que vai te escutar e ter compaixão com os seus problemas pode estar fora de moda, mais ainda é uma das milhares de coisasque o homem precisa (isso tudo se resume em amizade, algo difícil de achar e conservar...)
www.hoppipollablog.blogspot.com

Bruno disse...

Basta o sol circular um pouquinho que novas "sombras" aparecem. Não sei o que metaforicamente elas simbolizam de tão profundo e constante... mas para mim, que já parou de acompanhá-las, elas me negam a escuridão que satisfazem-na.

Seus textos estão cada dia mais impecáveis.
abraço amigo.

Super Cury disse...

Cavei, cavei, cavei, cavei...
Não é bonito,mas é profundo...
É isso aí, certamente seu coração é sensível ao bem e da sua forma procura expressar tal sensibilidade.
Eu também procuro, de outra maneira, pouco mais tosca, fazer o mesmo.
O público que vc não atingir deixa comigo..rsrs

Grande abraço!!

Super-Cury

Para o álcool e avante!!!

Marton Olympio disse...

Boa estrutura, boa condução e desenrolar de ideias.
Já tentou contos?
Este seu texto tem muitos elmentos que podiam resultar num belo conto.
Experimente!!!

abs!

ps.: obrigado pelo comentário no blog. deu vontade até de usar a ideia :)

Anônimo disse...

caracaaaaaaaaaaaa

como escreves bem...

parabéns e
sucesso com o bolg!

J. C. David disse...

A mensagem é excelente, e apesar de parecer complexa (não sei se foi essa a ideia) é bem direta..

você já leu Augusto dos Anjos, caso não, leia, vai te ajudar bastante..

um abraço..

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...