domingo, 5 de julho de 2009

A Dança


A noite provoca os seus sentidos
O silêncio o faz desprender-se do pudor
Teu quarto torna-se o palco da explosão de desejos
Em seu corpo manifesta-se o pecado
Suas mãos o convidam para dançar
Sua essência respira a juventude
Sua imaginação cria asas
Mulheres nadam em quadro livre pelos seus olhos
Cores e sabores provocam o seu corpo
As mãos começam a repetida dança
Que o faz rugir em suspiros exaltados

A dança, que o faz flutuar em seu instinto
A dança, que o faz esquecer-se do que é proibido
A dança, que o provoca com o movimento
A dança, que se ajeita na calada do momento

Seu rosto envergonha-se de si mesmo
Com base na moral hipócrita a regar tua sociedade imoral
Teu corpo permanece esparramado
Teus instintos desabrocham-se sem pedir autorização
A dança que o faz mexer-se por completo
Provoca-lhe sentimentos multiplicados
Pois toda dança que é feita com prazer
Por mais que faça o seu corpo tremer
Terá como satisfação o seu grande final.

Danilo Moreira

Gostou do blog? Então não o perca de vista. Assine o feed, adicione nos seus favoritos ou seja um Seguidor. O Ponto Três agradece a sua visita!

FOTO: http://www.portugalnet.pt/5987/images/1573982.jpg

20 comentários:

Canto do Lufa disse...

Maravilhoso!

Principalmete o primeiro parágrafo


Adorei

Difícil encontrar um blog tão intenso onde cada palavra tem um peso!

A analogia sentimental da noite ficou surpreendente e melancólica!

Hique disse...

Eu entendi a dança!



Eu já a dancei inúmeras vezes.

Marton Olympio disse...

Pela estrutura me lembra mais uma musica (letra) que um poema...
Acertei?

Rodrigo Yoshizumi disse...

e aí Danilo! blz?! Quanto tempo fazia que não passava por aqui! Hehe... bom, pelo menos, é garantia de boa leitura por algum tempo, conforme eu for lendo os posts antigos...

gostei desse texto!! Parece meio inocente falar sobre dança, mas esse aí ficou com um ar meio "provocador"... difícil explicar! hahahah

abraaaço

Bruno disse...

Como sempre, prodigioso.
Falei da dança essa semana... essa forma de se comunicar é mesmo uma grande arte

ederdbz disse...

ótimo texto e realmente as noites propiciam momentos impensados e por vezes magnificos...
um texto mt bom msm, e apesar de eu nao gostar de blogs com poesias, o seu é um dos poucos que dá vontade de vontar e ler sempre mais...

Inez disse...

òtimo texto. A dança que permite sensações e sentimentos maravilhosos.

Thiago Damião disse...

Gostei da poesia, sensual
heheheheheheehehe
tenho um blog de poesias também
passa lá

Jéssica Modinne disse...

Preciso falar do seu talento em descrever situações breves? Dizer o quanto o momento se prolongou com uma construção de imagens sensuais e, ao mesmo tempo, lúdicas? Acho que não.
Parabéns, é difícil (e muito) achar quem ainda se interesse em escrever coisas boas, um blog "raridade".

(Ah, sem dúvida: vou seguir e linkar no meu blog.)

www.hoppipollablog.blogspot.com

Euzer Lopes disse...

Dança... O primeiro passo para uma entrega que, intensa, só se permite ser feita a apenas uma pessoa...



Se você tiver MSN, pode me adicionar.

Daniely disse...

Eu achei bem sensual, e vc o construiu de um modo a deixá-lo com uma rítimica muito boa^^'Taí, gostei!

Parabéns!

p.s: Passa lá http://escritoseborroes.blogspot.com/

leandro disse...

obrigado pelo comentario o/
massa o design do começo.
abraço

http://liondesign.tk/

Allerson disse...

=x?? Mals ae Poesia não é o meu forte!
Mas pelos outros comentários vc deve levar jeito pra coisa xD

www.allersonblogger.blogspot.com

Daniela disse...

Hum...que texto eih?!
Dançar faz bem^^
Mas um texto intenso!
Parabéns!

Beijos
Dani

B.~* disse...

A dança, a dança, deliciosa...

http://virandoocopo.blogspot.com/

Morfeus disse...

ha varios tipos de danças. Do "bate as maos" à dança do acasalamento! Somente uma delas me veio a cabeça quando li o texto... Qual será?
A simples dança das tua palavras foram sentidas daqui do outro lado.

Parabens. Muito bom!

antoniopimenta disse...

Parabéns danilo!

se tu consegue provocar os sentidos das pessoas, é pq escreves muito bem,...

Abraços

Marcelo A. disse...

Engraçado como é essa coisa de interpretação. Cada um lê e vê a coisa do seu jeito, né? Principalmente com a poesia...

Eu, por exemplo... Pra mim, a dança tem tudo a ver com o que escrevi lá no último post. Talvez não tenha e aí você vai ficar achando que eu só penso em sacanagem, mas foi o que eu enxerguei lendo seu poema (muito bem escrito, por sinal, mas isso já é chover no molhado... Rsrsrsrs!)

Em relação ao seu comentário, sobre eu escrever demais... é, concordo contigo! Às vezes, eu erro mesmo na mão! Valeu pelo toque!

Tu tem Twitter? Me segue lá:

www.twitter.com/marceloantunes

Abração!

Abração!

Diego Moretto disse...

Essa dança chama-se volúpia não é meu caro? rs, e é algo que dançamos sem querer algumas vezes em nossas vidas. Grande abraço, adorei o texto!

C. disse...

Lindo!
movimento a cada palavra...

www.teoria-do-playmobil.blogspot.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...