domingo, 6 de setembro de 2009

2.4


Ontem foi meu aniversário.


Abri os olhos e logo me toquei de como o tempo havia passado. Lembrei-me de alguns presentes que eu havia ganhado, e alguns deles já tinham mais de 10, como um Master System 3, que felizmente ainda funciona, e um minigame que ganhei quando tinha 7 anos...


Me lembrei também de certas coisas que ocorreram desde meu niver passado até hoje. Estava me sentindo estranho naquele dia. Pressentimento? Talvez. Dias depois vieram fases difíceis, a ponto de me fazer encerrar até mesmo o meu antigo blog, já que até com ele eu não estava mais me dando bem. Dores, perdas, problemas sérios na família, gente se que foi de uma hora pra outra, são coisas que vieram para fazer o ser humano ficar mais forte, mesmo que com traumas e dores constantes. A dor da perda foi e continua sendo muito forte, já que perdi certas pessoas queridas, algumas de maneira que até hoje não consigo aceitar, ainda que entenda. Vi amizades vindo e indo embora. Pessoas que faziam parte de mim mas que hoje apenas fazem parte da minha história. Me senti tão estagnado que no começo desse ano resolvi virar o jogo e me renovar. Resultado: estou fazendo faculdade, voltei com um novo blog, resolvi correr atrás dos meus sonhos, ganhei novos amigos, crieo novos valores, novos conceitos, aprendi a ter novas visões, me sinto de braços mais abertos para coisas novas. Me sinto de fato aprendendo coisas novas.


Ainda continuo nostálgico, pois acredito que o ser humano é sempre feito de passado, cujo presente acaba sendo usado para montar as bases do futuro. Desejo o futuro. Quero o futuro. Essa talvez é a melhor diferença que senti. Foi um período em que muitas vezes ainda ponho a cabeça no travesseiro e ainda sonho com certas passagens que, poderia dizer assim, me marcaram mais, porém, me sinto mais motivado e receptivo, e penso que mesmo ainda não aceitando todas as coisas que aconteceram a mim e a pessoas que eu amo, foi para o meu bem, e talvez, para o bem delas.

Hoje me senti um pouco mais retraído, com vontade de ficar em casa, mais reflexivo, apesar de ter saído á tarde. Mas diferente do ano passado, me sinto mais tranqüilo, um pouco mais em paz comigo mesmo. Ás vezes até essa coisa de ficar mais reflexivo enjoa. Não quero dessa vez pensar tanto em mim como eu era, como eu sou, como eu serei, etc, apenas quero agradecer por ter chegado até aqui, com as pessoas que gosto, com a cabeça que tenho, e com esse desejo renovado de sempre buscar coisas novas.



Danilo Moreira

Gostou do blog? Então, não o perca de vista. Assine o feed, adicione nos seus favoritos ou seja um seguidor. O Ponto Três agradece a sua visita!


FOTO:
http://www.teclasap.com.br/

5 comentários:

Alam Oliveira disse...

24 anos... As vezes penso se vou chegar lá... Está tudo tão confuso que eu com 20 penso seriamente se com as coisas do jeito que estão eu vou chegar em tão avançada idade. Brincadeira.
Mas uma coisa que gostei no texto 2.4 é a analise de uma vida em poucos parágrafos. Lógico, bem superficial, mas extremamente completo. Uma vida em um texto, uma vida em um blog...
Resuma sua vida em 24 segundos, parece pouco tempo, mas dá para falar muita coisa e se bobear sobra tempo... faça o exercício rsrsrs

Parabéns! E não pense que já viveu 1/4 da vida; pense que faltam 3/4 da vida para serem vividos.

[ rod ] ® disse...

Cara eu que ti em escritos e vi sua ascensão por eles venho hoje aqui te referenciar... és um cara genial... ou um ser normal a tantos, que das dificuldades diárias tornou-se forte. Espero que sua luta te der maturidade e que os anos... ah os anos... te façam um ser possível.

Possível de continuar lutando e aprendendo.

Um abs e, mais uma vez, feliz aniversário.

Do amigo de sempre...
















Novo dogMa:
acaBou II...


dogMas...
dos atos, fatos e mitos...

http://do-gmas.blogspot.com/

Cintia Carvalho disse...

Oi Danilo!
Me chamo Cintia e cheguei até vc, atráves do blog do meu amigo Marcelo "Diz que fui por ai......".
Li seu texto e achei-o tão poético.
Lembrei de mim quando completei 30 anos. Realmente, o tempo passa muito rápido. Vc é muito novo, ainda tem muita coisa para viver. Tudo que relatou em seu texto faz parte da nossa vida. Todos nós ja lidamos com essas situações. O bacana delas é que aprendemos e tiramos uma lição. Nada acontece por acaso. E vc pelo que li, com certeza, aprendeu, pois deu uma renovada em sua vida. É isso ai. Continue assim e não desanime.
Quando puder faça uma visita a meu blog.
Um abraço.
Cintia Carvalho.

www.cintia-carvalho.blogspot.com

Rodrigo disse...

e aí, Danilo!
Parabéns atrasado! Não sabia que era seu aniversário... hehe

e fiquei muito feliz ao ler esse seu post... é bom ver que essas coisas que aconteceram no ano passado não conseguiram te parar. Achei bacana, pq muita gente ao passar pelas coisas que vc descreveu desistem, deixam de lutar...

abraaaço! boa semana!

Marcelo A. disse...

Olá, Danilão!

Antes de mais nada, meus parabéns! Saúde, paz, sorte e dinheiro pra você, afinal, ninguém é de ferro!

24 anos... Bela idade! Ainda lembro... Uahahhahahaaa!!!!

Sabe, sou muito parecido com você. Também sou nostálgico por natureza. Mas também aprendi que viver o presente vale a pena e o futuro depende apenas de nós. Por isso, o que você tá fazendo é o certo: água parada apodrece! E essas reflexões todas, não são exclusividade sua, não... Isso é amadurecer... Tem gente que simplesmente envelhece, outras amadurecem. E você, pelo visto, tá no caminho certo...

Grande texto, como sempre! Apareça mais vezes lá no "Diz"! Gosto muito dos seus comentários!

Abração e felicidades!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...