segunda-feira, 15 de julho de 2013

Antes e Depois - Atriz de "Corra, Lola, Corra"

Corra, Lola, Corra (1998)

Uma corrida contra o tempo. Objetivo: recuperar, em 20 minutos, o dinheiro que o namorado deve a uma quadrilha. Câmeras enlouquecidas, trilha sonora frenética, imagens alucinantes e três desfechos diferentes da mesma história. Quem assistiu o filme “Corra, Lola, Corra” (Lola Rennt - 1998), produção alemã assinada pelo diretor Tom Tykwer, sempre vai lembrar daquela garota de cabelos avermelhados e desgrenhados numa corrida faz até o espectador acelerar a respiração. E hoje, a Sessão Antes e Depois vai falar um pouco da atriz que deu vida (e fôlego!) à garota mais “São Silvestre” do Cinema. 

Franka Potente nasceu em 22 de julho de 1974 em Münster, Alemanha. É filha de uma enfermeira, um professor e é a mais velha de dois irmãos. Cresceu na cidade vizinha Dülmen. Seu sobrenome vem do seu bisavô italiano, um siciliano que imigrou para o país no século XIX. Aos 17 anos, decidiu terminar seus estudos fazendo intercambio em Houston, Texas, nos Estados Unidos. O desejo de ser atriz, que já se manifestava desde pequena, começou a criar corpo naquele país.

Em 1994, de volta à terra natal, matriculou-se na Otto Falkenberg School of Performing Arts, uma escola de Artes Cênicas, em Munique, enquanto fazia bicos fora do horário de estudos. Sua primeira aparição foi em “Aufbruch” (1995), filme montado por estudantes. Pouco tempo depois, foi descoberta por uma agente no banheiro de uma boate. Estreou profissionalmente com a personagem Anna no filme “Nach Funf im Urwald”, dirigido pelo então namorado Hans Christian Schmid. O desempenho lhe rendeu elogios da crítica e o prêmio Bavarian Film Prize 1995 para Jovens Talentos.

Potente concluiu seus estudos na Lee Strasberg Theater Institute em Nova York e voltou à Europa em 1997. Passou a atuar em produções televisivas e cinematográficas da Alemanha e também da França. Em 1998, seu currículo já somava 13 trabalhos.

Tom Tykwer e Franka Potente
No mesmo ano, seu nome foi lançado mundialmente com o papel de Lola no filme que leva o nome da personagem. Como também é cantora, também compôs algumas músicas para o longa. Somente na Alemanha “Corra, Lola, Corra” arrecadou US$22 milhões. A produção recebeu vários prêmios como a Sundance Film Festival (1998) na categoria de Melhor Filme – Voto Popular e melhor filme estrangeiro pela Independent Spirit Awards (1999). Dentre as indicações, Melhor Filme Estrangeiro pela British Academy of Film & Television Arts (BAFTA) e 2º Grande Prêmio Cinema Brasil (2001). Na terra do Tio Sam, foi bem recebido pela crítica no Festival de Cinema de Toronto, o que abriu as portas da indústria norte-americana para a atriz.

Franka, porém, concentrou seus trabalhos na Alemanha, principalmente o filme de terror “Anatomie” (2000) e “The Princess and the Warrior” (2000).  No cinema norte-americano, atuou em “Storytelling” (2001), em “Blow” (Profissão de Risco), ao lado de Johnny Depp, no papel de Barbara Buckley; em “A Identidade Bourne” (2002) e “A Supremacia Bourne” (2004) como Marie Kreutz, ao lado de Matt Damon. Em 2006, atuou em “Romulus”, drama australiano, ao lado de Eric Bana, e foi indicada como melhor atriz pelo Australian Film Industry Award.  No mesmo ano dirigiu a comedia muda” Der die Tollkirsche ausgräbt”. Em 2008, apareceu no filme “Che”, como a personagem Tamara, que estreou no Festival de Cannes no mesmo ano. Atuou também em “Xangai”, filme lançado somente na China.

A atriz no seriado Copper
Em 2011, atuou no drama “The Sinking of the Laconia”, da BBC. No ano passado, atuou como Eva na série da BBC Americana “Copper”, que está em sua segunda temporada.

De 1998 a 2002, Franka namorou o diretor Tom Tykwer. Em 2011, deu a luz a uma menina. Atualmente, aos 38 anos é casada com o ator Derek Richardson.

Franka, ao lado de Derek Richardson 

E essa foi mais uma Sessão Antes e Depois. Até a próxima!  

Danilo Moreira  

Gostou do blog? Então, não o perca de vista. Assine o feed, adicione nos seus favoritos ou seja um seguidor. Obrigado pela visita ao Ponto Três.


Fontes:
http://www.franka-potente.org/
http://www.adorocinema.com/filmes/filme-10295/
http://supernovo.net/colunas/frames-por-segundo/corra-lola-corra-critica/
http://www.adorocinema.com/personalidades/personalidade-18840/biografia/
http://en.wikipedia.org/wiki/Franka_Potente
http://www.adorocinema.com/filmes/filme-10295/curiosidades/
http://www.labcom.ubi.pt/files/jornadas_cinema_digital/apresentacao_corra_lola.pdf
http://www.sundance.org/
http://www.cineclick.com.br/falando-em-filmes/noticias/veja-os-indicados-do-2-grande-premio-cinema-brasil
http://www.gq-magazin.de/tags/p/franka-potente

Foto: 
http://www.overmundo.com.br/overblog/7-elementos-estruturais-em-corra-lola-corra
http://www.rp-online.de/gesellschaft/leute/franka-potente-ein-deutscher-filmstar-1.1973370 
http://collider.com/copper-review/
http://www.promiflash.de/klammheimlich-franka-potente-hat-sich-getraut-12082422.html

5 comentários:

Maura C. Parvatis disse...

Assisti "Corra, Lola, Corra" esse ano após anos querendo e achei sensacional...
Com relação ao post, fiquei bem animada em saber mais da trajetória da Franka, vou querer conferir os outros trabalhos dela :)

Beigos,
Maura - Blog da /mauraparvatis.

Léo disse...

Não lembro de ter assistido "Corra, Lola, corra!" apesar de parecer interessante, e a história da atriz tb.

Sueli Melo disse...

Nossa, eu adoro esse filme e super recomendo! Aliás, gosto de toda história que mexe com o tempo. Gostei se saber mais sobre a vida da atriz. Abs.

Blog que Pariu disse...

Oi, Dan!! Estava totalmente out dos blogs. Tanto do meu, quanto do seu! Mas, aos poucos vou lendo o seu blog! Bom, gosto muito desta sessão "antes e depois", rs! Como cinéfila, devo lhe dizer que "Corra, Lola, Corra", faz parte da minha coleção e acredito(são tantos, que nem me lembro!)que seja o único filme europeu que eu tenha!!! O filme é eletrizante e o mais engraçado, não sei se você se perguntou: E se pudéssemos dar rumo diferentes a diversas situações do nosso dia-a-dia??? Ou, mudar aquilo que por um segundo nos faz perder o norte, o caminho!!! Bjosssss

Jessica Lopes disse...

Oi, Dan!
Acredito que "Corra, Lola, corra" seja o único filme europeu que eu tenha na minha humilde coleção, rs!!!!. O filme tem uma mensagem interessante e a atriz, Franka Potente,foi excelente!
Quem não assistiu, deve conferir!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...