domingo, 8 de janeiro de 2012

Miniconto - A professora


Kadu desejava aquela professora da sua sala. Nova, ruiva, corpo esbelto, roupas comportadas mas que provocava os desejos do adolescente de 14 anos.

Desejos nas noites de seu quarto, no banheiro, na surdina. Mãos trabalhavam mais do que o comum.

Decidiu não perder mais tempo. Esperou o momento certo. Pronto, a bela professora estava sozinha. Avançou até a mulher. Ela que estava corrigindo trabalhos em sua mesa, assustou-se com Kadu. Ele não pensou duas vezes. Deu-lhe um beijo de língua.

Apalpou o seu corpo. A professora, assustada com o atrevimento do rapaz, não reagiu. Começou a sentir um calor imenso dentro de si. As convenções sociais e morais sofreram um forte soco dos desejos, e ficaram para o lado de fora da porta Entregou-se a ele, ensandecida, enlouquecida, pronto a atender aquele corpo ainda em crescimento.

- EI, GAROTO! ESTÁ ME OUVINDO OU VOU PRECISAR REPETIR MAIS UMA VEZ?

Ele murchou. Se esqueceu do real motivo que o trouxera ali.

- Tome a sua prova. Você tirou 2. Sinceramente, você precisa estudar mais.

- E-Eh, po-pode deixar. Obrigado, professora.

E saiu daquela sala, constrangido, com o caderno na frente.

Ele até podia a desejar como um verdadeiro homem, mas, na frente dela, ele não passava de um moleque, mais um que ela era paga para aguentar...

Enquanto isso, as mãos que brincam de ser homem, continuaram também engrandecendo o seu ego, que se sentia tão inferior àquela Vênus escolar...

Danilo Moreira

Gostou do blog? Então, não o perca de vista. Assine o feed, adicione nos seus favoritos ou seja um seguidor. Obrigado pela visita ao Ponto Três.

FOTO: http://www.teclasap.com.br/blog/2005/04/25/falsas-gemeas-teacher-x-professor/

4 comentários:

Marcelo A. disse...

Cara, esse conto me lembrou os MEUS 14 anos, quando uma professora de Matemática - gostosa - fazia a alegria da galera. Eu tive um amigo que chegou a "homenageá-la", no banheiro da escola, uma vez. E juro que foi um amigo! Eu nunca fui tão atirado a esse ponto, embora não pareça.

UAHAHHAHA!

Ana Lucia Nicolau disse...

realmente, ninguém merece....

Uvirgilio disse...

Se apaixonar pela professora é comum a muitos adolescentes, até eu que não fui um adolescente normal já me apaixonei pela minha professora de matemática, uma das mulheres negras mais lindas que já vi. E eu que já todo me excitado com a história tomo um balde de água fria, isso é maldade colega, rsrs.

Robson Ojuarah disse...

acho que isso aconteceu com grande partes dos garotos...

se possível, visite meu blog

www.semente-terra.blogspot.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...