domingo, 12 de setembro de 2010

Vinte e Cinco


É só mesmo para deixar registrado.

No domingo, dia 05, fiz mais um ano de vida

Quis comemorar o dia todo em casa, com a família, coisa que não fazia há uns três anos. Levantei-me tranquilamente, com uma louca vontade de arrumar alguns papeis jogados em um canto do meu quarto. No fim das contas, encontrei até o telefone e o e-mail de uma ex-namorada, já amarelado pela umidade. Foi um dia bacana, apenas com a família e dois grandes amigos.

Do ano passado pra cá, até que fiz bastante coisa. Mudei para Jornalismo. Participo do blog da minha sala. Produzi textos que já foram elogiados por profissionais da área de jornalismo e da literatura. Fiz minha primeira “matéria” num restaurante japonês. Visitei editorias de arte de alguns jornais e senti um pouco mais próximo a profissão que escolhi. Terminei finalmente de digitar os meus principais contos que ainda estavam manuscritos. Voltei a fazer teatro, uma das minhas maiores paixões.

Fiz coisas que JAMAIS imaginei que um dia faria, como colocar um piercing no tragus, varar a madrugada pelo Centro de São Paulo bebendo todas, cantando “Ilariê” numa esquina com um grupo de mais de 15 pessoas entre amigos e desconhecidos e vendo shows de Sidney Magal, Living Collor e Double You. Ou ainda, ir a shows inesquecíveis como do CJ Ramone e Ana Carolina (e a música do “sabonete”). Eu, que sempre fui avesso à baladas, freqüentei algumas esse ano. Alías, o meu próprio aniversário, ontem, foi comemorado numa balada, chamada Trash 80’s (farei ainda um post sobre ela, pois é uma dica que vale a pena contar). Foi uma experiência incrível, ainda mais ao lado de amigos que me fazem tão bem.

Não tenho muito o que dizer sobre mim. Continuo correndo com a minha louca rotina de universitário, sempre sem grana, mas com muitos sonhos na bagagem. Ainda patino em meio às minhas dores e traumas de sempre, e que ora vejo que se cicatrizaram, ora vejo que alguma se abriu e precisa de novo ser tratada. Tenho medo de algumas coisas que me esperam no futuro, e de decisões que mais cedo ou mais tarde terei que tomar com relação à minha vida profissional e pessoal, especialmente àquilo que deverei deixar para trás. Ao mesmo tempo, sinto um louco desejo de me jogar pelo mundo e de viver experiências novas, e de desbravar caminhos por meio da profissão que eu escolhi. Continuo forte com a minha paixão pela arte da escrita, mesmo que não tenha mais tempo como antes para de dedicar à ela da forma como gostaria.

Em certos momentos já me sinto um adulto completamente independente. Em outros, ainda me sinto preso à algumas coisas. Sei que algumas cobranças normais da idade começarão a me apertar mais. E o tempo está passando. Papéis estão ficando cada vez mais amarelados. Objetos que ganhei em aniversários anteriores, mais ultrapassados e defeituosos. Amigos que me acompanham desde outros aniversários, mais velhos e mais maduros. Os meus pais, meus irmãos e sobrinhos, idem.

E as coisas vão mudando. A minha escrita vem sendo cada vez mais moldada pela Academia, pela nova ortografia e pelo curso de Jornalismo. A minha visão de mundo, junto com a minha subjetividade, vem sofrendo metamorfoses cada vez mais agudas. Meus olhos veem um mundo diferente. Os meus olhos sentem coisas cada vez mais diferentes. Os meus medos oscilam, junto com meus desejos de ultrapassar barreiras. E vou vivendo nessa complexidade, perdido no meio de tantas descobertas, mas feliz pela oportunidade de poder ver e sentir todas elas.

Que a minha construção continue se fazendo. Que os meus pilares continuem me sustentando. Que as minhas janelas continuem abertas para a luz do sol e para novos ares. Que seja o teto para as pessoas que eu amo e para o mundo na qual eu desejo contribuir.

Obrigado a todos por fazerem parte da minha história, e por permitirem que eu possa também fazer parte da história de vocês.

Basicamente, é isso. Gostaria de poder escrever mais, mas a falta de tempo e o sono não me permitem.

Até mais!



Danilo Moreira


Gostou do blog? Então, não o perca de vista. Assine o feed, adicione nos seus favoritos ou seja um seguidor. Obrigado pela visita ao Ponto Três!

FOTO: http://www.fotodependente.com/img6099.htm

6 comentários:

Marcelo A. disse...

Bem, Danilão, antes de mais nada, parabéns!

Eu acho que esse é, de todos os textos seus que já li, o mais revelador. Engraçado que, embora esteja alguns anos a sua frente, é exatamente assim que me sinto. Os papéis cada vez mais amarelados, os meus "velhos" realmente ficando velhos... e até aqueles conhecidos que eu pensava que eram bem mais novos que eu, estão envelhecendo. É nessa hora que a ficha cai.

O que mais me angustia, nesses momentos, é ver que o munda não pára e se a gente não acompanhar, fica sozinho, no meio do caminho. O que é bom - sim, essa é a graça de viver -, também pode ser péssimo se você não souber dançar a dança. Não sei ainda se tô dançando certo - nem sei ainda se sei dançar! Passei dos trinta, tenho um emprego estável, uma vida confortável, mas tenho dúvidas se é isso que realmente quero pra mim. Admiro sua coragem de buscar um caminho novo. Quem sabe não seja isso que falte pra mim?

Suas palavras me inspiraram e havia muito o que falar, mas tô caindo de sono e amanhã é dia de lerê-lerê. Pra terminar, faço minhas as palavras de Richard Bach, do livro "Longe É Um Lugar Que Não Existe":

"Voe livre e feliz, além de aniversários e através do sempre. Haveremos, um dia, de nos encontrar, na única comemoração que jamais poderá terminar."

É isso aí, amigão! Felicidades e sucesso!

=D

Gilson Alves disse...

Parabéns Danilo! Antes de comentar suas palavras neste post peço desculpas por não ter comparecido na comemoração, trabalhei no sábado... Estava um pouco cansado.
Meu amigo, algum tempo atrás recebe um post com a seguinte frase “a juventude é um defeito que você corrige a cada dia”, frase do nosso amigo Bruno Silva. E realmente, como é belo envelhecer, ter aprendido e ter papeis amarelados que revelam a mudança das estações...

E nesse caminhada de aprendizado, fico feliz que participemos um do processo do outro. Particularmente do processo da escrita, você foi e ainda é uma das pessoas que me influenciam nesse mundo das palavras. A propósito separei as coisas lá no filosofaram.blogspot.com, para ter mais liberdade para publicar histórias, criei também o preTEXTOS (gilsonalvess.blogspot.com). Quando puder dê uma olhadinha lá....

Abraços, felicidades e SUCESSO

Bruuhs disse...

Amigo... muita coisa mudou em minha vida também, dentro de um ano. E uma delas, das mais positivas, é o contato cada vez mais próximo de você.
Agradeço imensamente por você ter entrado em minha vida, ter me conquistado de forma tão simples, ter o talento para me transmitir prazer ao ler tuas OBRAS e por ter a oportunidade de comemorar seu aniversário com você, na Trash!!!

Sempre ouvi dizer que os amigos que se faz na faculdade, são os mais especiais, aqueles que a gente nunca esquece, que sempre carregamos no peito. Dizem que é porque nessa fase, estamos aprendendo a lidar com nós mesmos, com o mundo, com a vida. Uma etapa de importante aprendizagem que que se torna ainda mais especial por ter com quem comaprtilhar: os colegas de faculdade!
É isso que eu quero: ter você [e aqueles certos estudantes de comunicação que nem preciso citar nomes], ao meu lado, SEMPRE!

Parabéns pelo aniversário, pelo talento, pela vida e pricipalmente, por ser essa maravilhosa pessoa cujo meu coração enche de orgulho em dizer:
"Você meu amigo de fé, meu irmão camarada
Amigo de tantos caminhos e tantas jornadas
Cabeça de homem mas o coração de menino
Aquele que está do meu lado em qualquer caminhada
(...)
Não preciso nem dizer
Tudo isso que eu lhe digo
Mas é muito bom saber
Que você é meu amigo"

AMO VOCÊ!

menina fê disse...

escolhestes uma das profissões mais lindas que existe... sorte. siga em frente!

porque escrever é trilhar caminhos.

bjs meus

Cid Silva disse...

E ae Danilo...apresento meu Parabéns em atraso, tudo de bom e que Deus lhe abençoe bastante!

Poxa vida! Olha que não consigo imaginar você me baladas não hein...rsrs...mas é isso aí, a vida vai mudando e nós também. Sempre crescendo e nos adaptando da melhor forma.

Sucesso!

Cid Silva
palavrascomentadas.blogspot.com

Anna Luisa disse...

Primeiramente, parabéns pelo seu aniversário... e parabéns também pela impecável e agradável escrita.
Pretendo voltar aqui mais vezes para apreciar seus textos.
Abçs

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...