domingo, 8 de agosto de 2010

Pronto, falei!


Tem gente que realmente nos leva a se perguntar qual utilidade certas pessoas tem para o mundo.

Você, com seu jeito bizarro de ser, falando o tempo todo de futilidades, é um grande exemplo disso. Tenho que admitir que você tem jeito para a arte do humor, porém não tem jeito para a arte do pensamento.

Você conhece todo mundo. É amigo de todo mundo. Fala mal de todo mundo nas costas de todo mundo. Fala coisas na frente de todo mundo. Você humilha todo mundo. Você provoca todo mundo. Você é consegue falar mal de alguém por trás, virar-se para essa pessoa, e tratá-la bem como se fosse o amor da sua vida.

Quando vejo você, vejo sementes apodrecendo, não geminando. Quando vejo você, vejo cores convergindo para tons mais escuros. Quando vejo você, sinto uma energia pesada, e logo, o ar fica mais pesado. Quando vejo você, me sinto mais inútil, ao lado de uma pessoa tão inútil.

Você tem o dom de despertar os defeitos das pessoas. E dom maior ainda de inventar os defeitos das pessoas. Você também tem os seus, que são tantos que, não sei dizer, qual a fronteira do inventado, do real, e do que pode ser pior em você.

Você talvez tem qualidades. Você gosta de ajudar. Gosta de colaborar. Quando fala sério, você é uma pessoa mais leve, uma pessoa mais fácil de lidar. Uma pessoa onde é até possível uma conversa civilizada. Até te considero, de certa forma, por tudo que você já fez por mim. Nós convivemos no mesmo espaço, sabemos que precisamos, nas horas mais sérias, se ajudar, e isso realmente fazemos. Às vezes tenho impressão de que eu sou a pessoa de que você mais gosta de ajudar.

Porém, não posso deixar de ser sincero, você ainda tem muito o que crescer. Quando não estiver mais por lá, do que é que você será lembrado? Pela futilidades que diz? Pelas brincadeiras? Pelas humilhações que faz a todos, inclusive a mim? Sei que pessoas do seu tipo, quando de fato não tem nada a oferecer, possuem tantos defeitos, que preferem fazer a fama apontando e inventando os dos outros, justamente para desviar o foco do quadro horroroso de que é composto você. Você é um quadro horroroso, suas tintas o moldam na base da falsidade, seu olhar é regido na base da falsidade. Engraçado é que outras pessoas naquele lugar já conseguiram ser piores do que você, utilizando de recursos para destruir o outro até mesmo perante os seus superiores. Você, felizmente, não é adepto dessa arte. Não, a sua arte da humilhação é especializada no campo dos defeitos, e no campo da criação dos defeitos. E pior que você consegue arrancar sorrisos, admiração e assombro até mesmo de quem não gosta de você. Parabéns pelo talento, você merece!

Mas, pode ter certeza, todos ali estão num nível bem acima de você. Se cuide, porque no fundo, você sabe que no dia em que não estiver mais lá, não fará a menor falta.

Nem a mim, nem aos outros, nem a ninguém. Você é desprezível, é um poço de absurdos que envergonham as pessoas que convivem com você. Por isso, meu amigo, se cuide, pois chegará o dia em que você será fruto efetivamente de todo o lixo que produziu até aqui.

E pode ter certeza que esse espetáculo das conseqüências será tão maravilhoso que todos estarão lá para ver, e pode ter certeza: ninguém terá pena de você.

E no final desse espetáculo, eu estarei lá, e o aplaudirei de pé.

Pronto, falei!

Danilo Moreira


Gostou do blog? Então, não o perca de vista. Assine o feed, adicione nos seus favoritos ou seja um seguidor.

FOTO: http://julianacarioni.blogspot.com/2010/06/ira.html

8 comentários:

Marcelo A. disse...

Puxa, Danilo, seu texto me deixou a com pulga atrás da orelha... Seria um desabafo - ou não tem nada a ver? Pra mim, ficou muito verdadeiro, já que conheço algumas pessoas exatamente assim. Acho que todo mundo, né? De qualquer jeito, tá ótimo, muito bem escrito - como sempre, aliás!

Abração!

Gilson Alves disse...

Rapaz... ouvi um URRO no final do texto (tipo do filme do Sherek, hehe) Bom teu texto, interessante pq obvio q nossa mente busca uma porcao de personagens reais, mas tb vasculha nossos proprios atos...

Gilson Alves
http://filosofaram.blogspot.com

Camila Monteiro disse...

Sabe que as vezes eu tenho vontade de dizer isso para algumas pessoas?!
Só fiquei curiosa se vc disse isso serio ou é só um texto!!!

Danilo Moreira disse...

Hehe obrigado a todos pelo comentário. A pessoa em questão existe. Na verdade, é um desabafo que escrevi há umas três semanas atrás, quando estava engasgado com ela.

Mas, de fato, quem nao conhece ou ja conheceu alguém assim?

Bruu disse...

Bom... o que posso dizer?
Ah, já sei... vou imprimir essa página e espalhar para todos aqueles cretinos idiotas que conheço, pode ser?
só não me peça nem R$1 de cada sópia, porque assim você me levaria a falência!
rsrs

Ótimo desabafo.

Cid Silva disse...

Um verdadeiro desabafo Danilo. Creio que todos conhecemos pessoas assim e precisamos de uma válvula de escape para não nos entoxicarmos com o veneno de tais pessoas...

Cidiclei Silva
palavrascomentadas.blogspot.com

orangexpress disse...

Adorei o post. Está muuuuuito legal :) - você começou a me seguir no twitter e vi seu blog e decidi ler e comentar. Parabéns

Euzer Lopes disse...

Danilo, Danilinho...
Sabe que eu lendo seu texto enumerei pelo menos umas dez pessoas que conheço. Fui escrevendo os nomes em ordem alfabética. A... C... C de novo... E..UZER... G... J... M... R... R outra vez... T...
Sim, isso mesmo. Tem horas que eu sou muito desta pessoa que você citou.
Caralho... o tapa, digo, o texto, doeu!
Parabéns, garoto! Você foi perfeito!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...