domingo, 1 de agosto de 2010

Corpos


Nossos corpos vivem na maresia.
O sol, quente como os sentidos, aguçam nossos desejos.
O coração bate mais forte com a violência das nossas mãos,
Que nos pegam de formas que confundem os nossos olhos.
A caverna que desbravo cheira à natureza viva e fértil,
Que se desabrocha como as flores dos campos de Vênus.
Tuas mãos a tocar a minha pedra pontuda lançam um olhar faminto.
Consumimo-nos como animais em combate.
Rolando na terra fofa como plantas a fincar-se no chão.
Nossas mãos que apalpam ao outro viram meras secundárias,
Pois nosso corpo todo se toca como mãos
Mãos desesperadas à procura do ponto certo.
Mãos em formato de lábios que se prensam no molhado.
Corpos e peles que se transformam e dedos quentes e suados,
E a convergência final do desejo que une o toque, os sentidos, e o suor,
Rega-me o peito com a sua água da fonte dos prazeres.
Cerca-me o corpo com sua língua forasteira.
Exiba-me seus montes que balançam com fúria de animal,
E eu, flutuando, te darei o meu refresco,
E te farei a rainha mais saciada de todos os tempos,
Regada até a boca com a jóia dos meus desejos,
E repousada no calor da minha carne.

Danilo Moreira

Gostou do blog? Então, não o perca de vista. Assine o feed, adicione nos seus favoritos ou seja um seguidor. Obrigado pela visita ao Ponto Três!

FOTO:
http://lepoeteenfleur.blogspot.com/2009/12/dra-rouge-corpos-gemeos.html

5 comentários:

HSLO disse...

Maravilhoso poema, estava com saudades de passar por aqui. Mas, também fiquei um tempo sem computador e por isso, fiquei longe do blog.
Agora estou de volta.

abraços
de luz e paz


Hugo

Márcio disse...

Tem relação com um recente livro livro que você leu?

Gostei muito, pensei naquela moça, mas deixando de lado minhas viagens, ficou ótimo, além disso, você também escolhe muito bem as fotos. Amigo eu diria até que tu estás apaixonado. Haja inspiração Danilão! (risos).

Bruu disse...

Não conheço muito seu lado 'poético com toque sensual', mas devo dizer que adorei!
Você comentou ser meu fã, mas não entendo o porquê, se você é o artista da turma.
Você escreve muitíssimo bem e eu sim, sou sua fã!
Não há dúvidas quanto à isso.

Parabéns pelas postagens, que ficam cada vez melhores ;D

Bjos

[ rod ] ® disse...

Corpos moles a luz solar. Corpos em fino trato a perfeição da lua e um calor de alma pedindo vítimas.

Abs meu caro amigo.

Marcelo A. disse...

Puxa, Danilão, muito, muito bom mesmo! Devia investir mais nesse lado. Me lembrou até alguns poemas eróticos do Drummond - já leu?

Abração!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...