quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Miniconto - Ela


Ela veio de vez. Entrou na minha vida com a velocidade de um furacão. Seus olhos me enlaçaram. Fui jogado entre pernas, beijos, suor, prazer e orgasmos. Ela dominou a mente. Pernas e mãos se deslocaram para um só ponto. Me levou para os seus caminhos. Dominou a minha alma. Me levou à loucura.

O relógio tocou. Os meus olhos foram abertos pela realidade. O destino me colocou na frente dela. O silêncio dos adolescentes tímidos fechou a minha boca. A alma gritou de lá de dentro. Comecei a suar frio. Os olhos dela pareciam normais. E de repente, senti que o pó debaixo do meu tênis possuía mais visibilidade que o meu coração.

E ela ficou com o cara do Vectra.

Danilo Moreira

Gostou do blog? Então, não o perca de vista. Assine o feed, adicione nos seus favoritos ou seja um seguidor. Obrigado pela visita ao Ponto Três.

FOTO: http://www.recantodasletras.com.br/homenagens/1471073

5 comentários:

Sandro Ataliba disse...

sempre o cara do Vectra. rs
Belo texto.

Wander Veroni disse...

Muito legal o mini-conto, Danilo! O bom é que dá ritmo à história e nos surpreende pelas frases curtas. Abraço

Marcelo A. disse...

Danilo sempre mandando bem, UAHAHAHAA!

Bruno Silva disse...

Meu amigo, obrigado por seu comentário em minha poesia. Achei pertinente sua observação e sentia falta de seus comentários. Enquanto sua obra, elas estão refinadíssimas e com um humor muito particular que é seu. Parabéns! e nos vemos por aí.

*gostei bocado deste mini-conto. Você está se adaptando às novas narrativas, sinal de inteligência!

Gilson Alves disse...

Saudacoes amigo Danilo!
Vi este texto apenas agora, pois estava viajando (tenho muitas curiosidades para contar...). Bem interessante a narrativa e pertinente ao meio pela qual foi veiculada... Uma vez fiz algo parecido, frases fortes de uma pequena passagem ritimada...

gilSon alvess
-------------------------
gilsonalvess.blogspot.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...