quarta-feira, 14 de julho de 2010

Curiosidades sobre Pica-Pau - Parte 2


O mito do surgimento do personagem

Segundo o site imaginebirds, um agente de imprensa de Walter Lantz conta que a idéia do personagem surgiu depois que um irritante Pica-Pau passara a noite toda furando o telhado de um chalé que Lantz e sua esposa Grace Stafford havia alugado no Lago Sherwood para passar a lua-de-mel. O Pica-Pau não deixou que o casal dormisse, e, após ter ido embora, o casal percebeu os vários buracos deixados no telhado. Uma chuva caiu naquela mesma noite, acabando de vez com a noite de sono dos dois. Essa história não é comprovada, pois eles se casaram em 1940 quando, segundo o site, o Pica-pau já havia aparecido no desenho de Andy Panda.

Dubladores e a risada do Pica-Pau

A risada do cabeça vermelha foi criada por Mel Blanc, que curiosamente havia a utilizado antes nos primeiros desenhos do personagem Happy Habit (que viria a ser o Pernalonga). Blan dublou Pica-Pau de 1940 até 1941, quando foi para a Warner Bros. Após ele, veio Ben Hardaway (1942-1949), Grace Stafford (contra a vontade do marido Lantz, que acabou aceitando após a mulher ter feito um teste escondida e ter sido justamente a escolhida como melhor voz, para a surpresa do próprio Lantz). Grace ficou de 1950 até 1985. Em 1988, Cherry Davis assume o posto, e nos episódios produzidos entre 1999 e 2002, Billy West.

No Brasil, nos anos 1960, Olney Cazarré foi o primeiro dublador nos estúdios BKS (antiga AIC), com uma voz mais fina. No final dos anos 1960, deixa a BKS para trabalhar no Rio, assumindo um garoto de 10 anos chamado Garcia Júnior, que também ficou famoso por dublar os primeiros episódios da década de 40. Quando o garoto cresceu e sua voz engrossou, Cazarré volta a dublar o desenho nos anos 1980, com um tom mais rouco (o que podemos observar em alguns desenhos passados em faroeste, por exemplo). Os episódios mais recentes (1999-2002) são dublados por Marco Antonio Costa.

Outras curiosidades

- O Pica-Pau não tem nome próprio no Brasil. Nos EUA, Woody Woodpecker significa Woody, O Pica-Pau. Algumas revistas em quadrinhos nos anos 50 e 60 tentaram abrasileirar o nome como Údi, O Pica-Pau e de outros personagens, o que acabou não pegando principalmente após as dublagens para a TV da AIC, nos anos 60, que acabaram utilizando os nomes que conhecemos hoje.

- O Coelho Osvaldo, que aparece em alguns desenhos, é personagem criado por Walt Disney, no tempo em que trabalhou na Universal. Recentemente, a Disney recuperou os direitos do personagem.

- Vários dubladores de Chaves também participaram das temporadas de Pica-Pau, inclusive na mais recente. Entre eles, Marcelo Gastardi (Chaves – Raposa Flik Fox), Mario Vilela (Seu Barriga – baleia Dopey Dick), Carlos Seidl (Seu Madruga – Doutor Lelé do Novo Pica-Pau) e Cecília Lemes (Chiquinha, Dona Neves, Paty – Picolino).

- No Novo Pica-Pau, vários personagens e cenas são atribuídas a antigos episódios ou curta metragens de Walter Lantz. Um exemplo disso é no final do episódio Bebê Abutre "Baby Buzzard", onde aparece o mesmo policial que apareceu em um curta de 1948, Hora do Bebê "Wacky-Bye Baby". Ou então, quando no final do episódio Louco por Praia "Beach Nuts", em que a Srta Meany está rodeada de surfistas e dois se chamavam "Moe" e "Miny". Então ela compara o nome dos dois com o dela fazendo uma citação a um antigo desenho em preto e branco de Walter Lantz chamado: "Meany, Miny and Moe".

E por hoje é só. Em breve, novas curiosidades no Ponto Três.


Danilo Moreira

Gostou do blog? Então, não o perca de vista! Assine o feed, adicione nos seus favoritos ou seja um seguidor. Obrigado pela visita ao Ponto Três!


FONTES:

http://www.tvsinopse.kinghost.net/art/w/walter-lantz.htm

http://rabiola.grude.ufmg.br/gerus/noticias.nsf/e76867f1f59135c983256b
d8006d3f64/e85613a699f045bc83256c60006ffc3b?OpenDocument

http://forum.imaginebirds.com/topic/1893-desenhopica-pau-globo-sbt-record/

http://pt.wikipedia.org/wiki/Walter_Lantz

http://forum.outerspace.terra.com.br/showthread.php?t=201063


FOTO:

http://www.imotion.com.br/imagens/data/media/42/7016pica_pau1.jpg

2 comentários:

Gilson Alves disse...

Li o post anterior e estava aguardando a parte 2. Bem composto o seu texto Danilo... Clássicos como o Pica-Pau é o tipo de material que interessa a um grande público, quando se trata de curiosidades então... Particularmente me interesso muito pelo o que acontece nos bastidores... Aguardo mais textos como esse, abraço!

Gilson Alves
http://filosofaram.blogspot.com

Rafael disse...

Ah, legal, interessante esse sua perquisa sobre a origens do Pica-Pau!
Quando era mais novo adorava ver seus desenhos.
Abraço

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...